ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 22 nov 2022 · Meio Ambiente

Prefeitura realizará projeto Virada Ambiental

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos realizou hoje, terça-feira dia 22 de novembro as 9:00hs na sede da Prefeitura Municipal de Rubiataba – GO, reunião para planejamento do PROJETO VIRADA AMBIENTAL.

O Projeto Virada Ambiental é uma ação de mobilização da sociedade para fomentar o plantio de espécies vegetais nativas, visando o resgate da biodiversidade e a recuperação dos serviços ambientais prestados pelos ecossistemas. O Projeto será realizado juntamente com os nossos parceiros Faeg Jovem, Banco Sicoob do Vale, Colégio de Ensino Integral Raimundo Santana Amaral, Saneago, Colégio Pedro Alvares de Moura, Equipe Ambiental Usina Cooper-Rubi, Colégio Levindo Borba, Conselho Municipal de Meio Ambiente – COMMAM, Projeto Córrego da Serra, Entidades Civis e Municipais.
Será plantado 1000 árvores nas proximidades do Lago Municipal de Rubiataba, no Setor das Palmeiras, que ocorrerá no dia 25/11/2022 a partir das 07:30hs da manhã.

O projeto busca conscientizar a todos sobre a degradação dos biomas, que traz graves consequências para o meio ambiente e para o ser humano. A vegetação tem o poder de capturar o carbono da atmosfera, principal responsável pelo efeito estufa, e, além disso, regula o fluxo de água, os níveis dos lençóis freáticos, controla a temperatura e a qualidade dos solos e contribui para a conservação da diversidade biológica.


VOCÊ SABIA? A iniciativa também está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), uma agenda de ações que devem ser implementadas por todos os países do mundo até 2030. Entre os objetivos, estão medidas ligadas à conservação dos recursos naturais e a proteção e recuperação dos ecossistemas e da biodiversidade. “É um evento em que todos são protagonistas e a principal bandeira é o ganho ambiental para a sociedade”, afirma o diretor de Extensão da UFG, Emiliano Lôbo de Godoi, que também coordena o Programa UFG Sustentável.